Viu Review - Especial Emmy 2020 - Quem surpreendeu entre os indicados
Receba nossas novidades em primeira mão!
Quarta, 29 Julho 2020 14:21

Especial Emmy 2020 - Quem surpreendeu entre os indicados

Escrito por
Rate this item
(0 votes)

Nesta semana, descobrimos os indicados para o Emmy 2020. O ano marcado pela pandemia do coronavírus transformou o jeito de fazer lobby nos bastidores. O que antes era feito por meio de encontros e anúncios milionários em espaços públicos acabou sendo reduzido basicamente ao conteúdo em si. Os críticos nunca tiveram tanto tempo livre para consumir o que fora produzido. Na coluna de hoje, pretendo analisar as surpresas na lista do Emmy, quem sabe estimuladas pela nova rotina do mundo pandêmico. Confira:

O nome mais impactante dos indicados é, sem dúvida, a de Zendaya. A jovem de 23 anos conquistou o gosto dos críticos por seu papel na série “Euphoria” (HBO). Na história, Rue é uma adolescente dependente química que acaba de sair da reabilitação. Ao tentar retomar a rotina, passa a perceber que seus colegas de escola enfrentam os próprios desafios. A indicação de Zendaya para melhor atriz em uma série de drama desbancou nomes estrelados como Nicole Kidman (Big Little Lies) e Elisabeth Moss (The Handmaid’s Tale).  

Do lado dos homens, a indicação surpresa foi para Steve Carell. O ator conseguiu o feito com o papel de Mitch Kessler, um apresentador de telejornal que é demitido após ser acusado de má conduta sexual no trabalho. “The Morning Show” (Apple TV+) é majoritariamente uma série com protagonistas femininas, mas Carell soube atrair os olhares do júri.  \

Na categoria melhor série de drama, tivemos algumas apostas surpreendentes. “The Mandalorian” (Disney Plus) nem constava no radar da imprensa especializada, mas mostrou qualidade e consistência, se transformando no primeiro original da plataforma de streaming da Disney a ganhar uma indicação ao Emmy. A série, situada no universo da franquia “Star Wars”, conta a saga de um guerreiro solitário e mercenário que viaja pelos territórios esquecidos e marginais do espaço.

Outro concorrente que mostrou fôlego foi “Stranger Things” (Netflix). A terceira temporada superou outras séries de sucesso, que desta vez não conseguiram espaço na disputa, como “Westworld” (HBO), “Pose” (Fox) e “The Morning Show” (Apple TV+).

Passando para a comédia, “What We Do In The Shadows” (FX) será uma daquelas séries menos badaladas que ganharão os holofotes da mídia. Baseada no filme "O Que Fazemos nas Sombras" (2016), a série é uma mistura de falso documentário com comédia sobrenatural envolvendo vampiros que à noite saem para caçar, enquanto ao dia são forçados à convivência.  

Para a categoria melhor ator em série de comédia, Don Cheadle agarrou a oportunidade com o personagem Maurice Monroe, o líder de um grupo de forasteiros que se infiltra no clube dos colarinhos-brancos bem nascidos de Wall Street. “Black Monday” (Showtime) conta como esse esquema acabou por causar uma quebradeira no maior sistema financeiro do mundo.

Veterana de Emmy, Tracee Ellis Ross já foi indicada três vezes por seu papel como Rainbow Johnson, mas em 2020 sua presença não era esperada. A Academia, no entanto, surpreendeu e selecionou a atriz que interpreta a matriarca em “Black-ish” (ABC). A série está em sua sexta temporada e conta a história da família Johnson, negra, de classe média, que vive uma dualidade entre o sonho americano e as próprias raízes identitárias.

Para fechar esse compilado, vamos para as principais categorias de minisséries. “Nada Ortodoxa” (Netflix) superou a badalada “Hollywood” de Ryan Murphy e conseguiu seu espaço na disputa. Na série, Esther Shapiro (Shira Hass) é uma jovem judia que tenta escapar do casamento arranjado por seus pais na comunidade ultraortodoxa em Nova York. Ela resolve fugir para Berlim e começar uma nova vida, onde passa a explorar a própria identidade e sexualidade para além dos valores religiosos com os quais cresceu.

Na mesma esteira, Shira Hass agradou à Academia e foi indicada na categoria melhor atriz em minissérie ou filme para TV. Apesar de não ser uma surpresa propriamente dita, a indicação da atriz israelense demonstra como seu trabalho foi bem recebido pela associação de críticos.

Mesmo sendo um hit, “Normal People” (Hulu) levou apenas quatro indicações no Emmy 2020. A principal ficou com Paul Mescal, ator irlandês que interpreta Connell Waldron. Na história, Connell e Marianne (Daisy Edgar-Jones) são jovens de origens distintas que acabam se apaixonando um pelo outro durante diferentes fases da vida.

Agora, é aguardar até 20 de setembro para descobrir quais apostas serão confirmadas e acompanhar o impacto das indicações na carreira dos atores, principalmente os novatos, e nas séries de primeira viagem.

Read 90 times Last modified on Quarta, 29 Julho 2020 14:50