Viu Review - Verdade seja dita
Truth-Be-Told.jpg

Verdade seja dita

Elenco
Octavia Spencer, Lizzy Caplan, Michael Beach, Aaron Paul
Ano
2019
País
EUA

Drama AppleTV+ ml-investigação ml-jornalismo ml-crime ml-livro ml-pf

Verdade seja dita

"Truth Be Told" (título original) chegou para ser uma espécie de "Big Little Liars" (HBO) do serviço de streaming da Apple e acabou se misturando com o conceito de "The Sinner"(Netflix). Na minha opinião, o resultado dramático que a série entregou está abaixo dessas duas referências diretas - embora o final tenha até uma certa originalidade, os suspeitos de "Verdade seja dita" vão sendo eliminados precocemente, diminuindo cada vez mais o mistério até sobrar o óbvio e isso atrapalha um pouco nossa experiência se fizermos a comparação com várias outras séries do gênero.

"Verdade seja dita" é uma adaptação do romance de Kathleen Barber, "Are You Sleeping", que acompanha a jornada da podcaster Poppy Parnell (Octavia Spencer) que, ao descobrir novas evidências de que Warren Cave (Aaron Paul) pode ter ido para a cadeia por engano após "supostamente" ter assassinado seu vizinho, resolve iniciar uma nova investigação que vai servir de material para uma segunda parte do podcast que a transformou em uma verdadeira sensação nacional. Para isso ela tem que encarar o homem que ela ajudou a colocar atrás das grades e todos os personagens que estavam envolvidos nesse caso há 19 anos atrás. Confira o trailer legendado:

A série é muito bem produzida e embora tenha alguns problemas de roteiro (que vamos explicar mais abaixo), o resultado é muito satisfatório para quem gosta de histórias de investigação (e mostra o tamanho do potencial que a protagonista tem). Como todas as séries da AppleTV+ que analisamos até agora, "Verdade seja dita" precisa de alguns ajustes para decolar, mas mesmo com todos os vacilos dessa primeira temporada, temos 8 episódios (de 45 minutos) dinâmicos e que nos prendem até o final. Vale a pena!

Assista Agora ou

"Truth Be Told" (título original) chegou para ser uma espécie de "Big Little Liars" (HBO) do serviço de streaming da Apple e acabou se misturando com o conceito de "The Sinner"(Netflix). Na minha opinião, o resultado dramático que a série entregou está abaixo dessas duas referências diretas - embora o final tenha até uma certa originalidade, os suspeitos de "Verdade seja dita" vão sendo eliminados precocemente, diminuindo cada vez mais o mistério até sobrar o óbvio e isso atrapalha um pouco nossa experiência se fizermos a comparação com várias outras séries do gênero.

"Verdade seja dita" é uma adaptação do romance de Kathleen Barber, "Are You Sleeping", que acompanha a jornada da podcaster Poppy Parnell (Octavia Spencer) que, ao descobrir novas evidências de que Warren Cave (Aaron Paul) pode ter ido para a cadeia por engano após "supostamente" ter assassinado seu vizinho, resolve iniciar uma nova investigação que vai servir de material para uma segunda parte do podcast que a transformou em uma verdadeira sensação nacional. Para isso ela tem que encarar o homem que ela ajudou a colocar atrás das grades e todos os personagens que estavam envolvidos nesse caso há 19 anos atrás. Confira o trailer legendado:

A série é muito bem produzida e embora tenha alguns problemas de roteiro (que vamos explicar mais abaixo), o resultado é muito satisfatório para quem gosta de histórias de investigação (e mostra o tamanho do potencial que a protagonista tem). Como todas as séries da AppleTV+ que analisamos até agora, "Verdade seja dita" precisa de alguns ajustes para decolar, mas mesmo com todos os vacilos dessa primeira temporada, temos 8 episódios (de 45 minutos) dinâmicos e que nos prendem até o final. Vale a pena!

Assista Agora ou