Viu Review - Especial Oscar 2021 - Conheça os vencedores do ano

Bem-vindo ao Blog da Viu Review

Segunda, 26 Abril 2021 00:23

Especial Oscar 2021 - Conheça os vencedores do ano

Escrito por
Rate this item
(0 votes)

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood realizou neste domingo a 93ª cerimônia do Oscar. Em um evento sem muita grandiosidade, com algumas surpresas e a confirmação de que o mundo do cinema se transformou: está ainda mais globalizado e alguns paradigmas, de fato, foram extintos.

Vamos aos vencedores de uma premiação que fez a bizarrice de não anunciar o grande prêmio da noite por último!

MELHOR FILME: Nomadland

Era o favorito!

MELHOR ATOR: Anthony Hopkins

  • Riz Ahmed - O Som do Silêncio
  • Chadwick Boseman - A Voz Suprema do Blues
  • Anthony Hopkins - Meu Pai
  • Gary Oldman - Mank
  • Steven Yeun - Minari

Boseman fez um excelente trabalho, o melhor da carreira, e é uma pena ele não estar entre nós para receber esse reconhecimento, mesmo não ganhando o prêmio! Em uma categoria com Anthony Hopkins e Gary Oldman na disputa, sem falar no grande trabalho do Riz Ahmed, é muito difícil cravar o vencedor. Sinceramente, achei que Boseman era barbada, mas Sir. Anthony Hopkins é unanimidade!

 MELHOR ATRIZ: Frances McDormand

Acho que era a categoria mais disputada da noite. Terceiro Oscar dessa grande atriz que é Frances McDormand. 

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE: Yuh-Jung Young

  • Maria Bakalova - Borat: Fita de Cinema Seguinte
  • Glenn Close - Era Uma Vez um Sonho
  • Olivia Colman - Meu Pai
  • Amanda Seyfried - Mank
  • Yuh-Jung Young - Minari

Yuh-Jung Young era a favorita e talvez tenha feito o discurso mais simpático da noite! Infelizmente não assisti “Minari" ainda, mas essa vitória só me deixou ainda mais curioso. Essa sul-coreana deixou Glenn Close e Olivia Colman para trás - não é pouca coisa não!

MELHOR ATOR COADJUVANTE: Daniel Kaluuya - Judas e o Messias Negro

  • Sacha Baron Cohen - Os 7 de Chicago
  • Daniel Kaluuya - Judas e o Messias Negro
  • Leslie Odom, Jr. - Uma noite em Miami 
  • Paul Raci - O Som do Silêncio
  • Lakeith Stanfield - Judas e o Messias Negro

Deu a lógica - o grande favorito levou!

MELHOR ANIMAÇÃO: Soul

  • Dois Irmãos 
  • A Caminho da Lua 
  • Shaun, o Carneiro, O Filme: A Fazenda Contra-Ataca
  • Soul 
  • Wolfwalkers

Era uma das barbadas da noite! Deu a lógica! Tecnicamente lindo!

MELHOR FOTOGRAFIA: Erik Messerschmidt - Mank

  • Sean Bobbitt - Judas e o Messias Negro
  • Erik Messerschmidt - Mank
  • Dariusz Wolski - Relatos do Mundo
  • Joshua James Richards - Nomadland
  • Phedon Papamichael - Os 7 de Chicago

Joshua James Richards com “Nomadland” era o favorito, mas ganhou o mais complexo trabalho - no sentido de construção narrativa. Não sei se era o mais bonito, mas o mais técnico sem dúvida!

MELHOR FIGURINO: A Voz Suprema do Blues

  • Emma
  • Mank
  • A Voz Suprema do Blues
  • Mulan
  • Pinocchio

Mais um favorito que leva. É a mesma figurinista que ganhou um Oscar por “Paciente Inglês” e que fez um incrível trabalho no filme da Netflix. Merecidíssimo!

MELHOR DIREÇÃO: Chloé Zhao - Nomadland

  • Thomas Vinterberg - Druk: Mais Uma Rodada
  • David Fincher - Mank
  • Lee Isaac Chung - Minari
  • Chloé Zhao - Nomadland
  • Emerald Fennell - Bela Vingança

Uma diretora chinesa levou. Mais uma estrangeira que ganha na categoria. Chloé Zhao era favorita, mas em uma categoria que tem David Fincher na disputa é preciso esperar até o envelope ser aberto.

MELHOR DOCUMENTÁRIO: Professor Polvo

Era o favorito, é, de fato, bonito, profundo, mas tenho a impressão que “Time" e “Agente Duplo” me  impressionaram mais. Essa era uma categoria das mais disputadas da noite e que deixou muita coisa boa de fora, como “Boys State”, por exemplo.

MELHOR DOCUMENTÁRIO EM CURTA METRAGEM: Colette

  • Colette
  • A Concerto Is a Conversation
  • Do Not Split
  • Hunger Ward
  • Uma Canção para Latasha

"Colette" mostra a humanidade de uma história muito dolorida. Um documentário que nos traz o drama dos campos de concentração novamente. Não deixem de assistir "Uma Canção para Latasha” na Netflix!

MELHOR EDIÇÃO: O Som do Silêncio

  • Meu Pai
  • Nomadland
  • Bela Vingança
  • O Som do Silêncio
  • Os 7 de Chicago

Surpresa boa e muito merecida! "Os 7 de Chicago” havia me chamado mais atenção, mas "O Som do Silêncio” é um grande trabalho técnico e artístico. 

MELHOR FILME INTERNACIONAL: Druk: Uma Rodada (Dinamarca)

  • Druk: Uma Rodada (Dinamarca)
  • Better Days (Hong Kong)
  • Collective (Romênia)
  • The Man Who Sold His Skin (Tunísia)
  • Quo Vadis, Aida? (Bósnia e Herzegovina)

Não era uma barbada como “Parasita" do ano passado, mas "Druk" podia ser considerado um favorito. Vale a menção para o emocionante discurso do diretor Thomas Vinterberg que perdeu a filha de 19 anos em um acidente de carro, 4 dias antes de iniciar as filmagens! Esse é o quarto Oscar que a Dinamarca leva!

MELHOR CABELO E MAQUIAGEM: A Voz Suprema do Blues

  • Emma
  • Era Uma Vez um Sonho
  • A Voz Suprema do Blues
  • Mank
  • Pinocchio

Era ligeiramente favorita e, de fato, é um excelente trabalho. Viola Davis ganhou uma indicação ao Oscar de Atriz Coadjuvante muito pela ajuda da maquiagem que fizeram para sua personagem, mas, na minha opinião, a melhor relação maquiagem x trabalho de ator/atriz era de "Era Uma Vez um Sonho”e Glenn Close.

MELHOR TRILHA SONORA ORIGINAL: Soul

Jazz, Pixar e Oscar. Combina demais! Era outra barbada da noite! 

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL: "Fight for You” - Judas e o Messias Negro

  • "Fight for You” (Judas e o Messias Negro)
  • “Hear My Voice” (Os 7 de Chicago)
  • “Húsavík” (Festival Eurovision da Canção: A Saga de Sigrit e Lars)
  • “Io Si (Seen)” (Rosa e Momo)
  • “Speak Now” (Uma noite em Miami)

“Speak Now” era a favorita, mas surpreendentemente ”Fight for You” ganhou. É ume estilo diferente de canção que ganha o prêmio (normalmente mais lentas e sentimentais), talvez sem tanto impacto na história como em outros anos ou como “Io Si (Seen)”, por exemplo.

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO: Mank

  • Meu Pai
  • A Voz Suprema do Blues
  • Mank
  • Relatos do Mundo
  • Tenet

A direção de arte desse filme é lindo. Uma homenagem ao cinema, mas não era o favorito. Tudo indicava que "A Voz Suprema do Blues” levaria o prêmio, mas é impossível não dizer que o Oscar não está em boas mãos.

MELHOR CURTA ANIMADO: Se Algo Acontecer… Te Amo

  • Toca
  • Genius Loci
  • Se Algo Acontecer… Te Amo
  • Opera
  • Yes-People 

Lindo, imperdível, sensível e inesquecível! Obrigado Netflix e obrigado Academia por reconhecer esse incrível trabalho e nos permitir assistir essa obra-prima!

MELHOR CURTA METRAGEM: Two Distant Strangers

  • Feeling Through
  • The Letter Room
  • The Present
  • Two Distant Strangers
  • White Eye

Um filme sobre os abusos policiais contra os negros. Não era o favorito, mas sem dúvida era o assunto mais importante do ano.

MELHOR EDIÇÃO DE SOM E MIXAGEM: O Som do Silêncio

  • Greyhound
  • Mank
  • Relatos do Mundo
  • Soul
  • O Som do Silêncio

Merecido demais!!! Poderia ser um filme de guerra, mas foi um filme de sensações e sentimentos, minimalista ao mesmo tempo grandioso! Um grande trabalho, focado nos detalhes!

MELHORES EFEITOS VISUAIS: Tenet

Um filme que merecia mais indicações. "Efeitos Visuais” é quase um prêmio de consolação de tão óbvio que foi! Incrível trabalho da equipe do Nolan, mais uma vez!

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO: Meu Pai

  • Borat: Fita de Cinema Seguinte
  • Meu Pai
  • Nomadland
  • Uma noite em Miami
  • O Tigre Branco

Essa foi a primeira grande surpresa da noite, o maior favorito era, sem dúvida alguma,  “Nomadland”, mas perdeu para o roteiro do excelente “Meu Pai”. 

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL: Bela Vingança

  • Judas e o Messias Negro
  • Minari
  • Bela Vingança
  • O Som do Silêncio
  • Os 7 de Chicago

A categoria era disputada, mas “Os 7 de Chicago” tinha minha preferência, seguido de perto por "O Som do Silêncio”. Sinceramente, "Bela Vingança" foi uma surpresa pra mim.

Read 549 times Last modified on Sexta, 30 Abril 2021 14:30

Cookies: a gente guarda estatísticas de visitas para melhorar sua experiência de navegação, ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade.